Home Destaque 2 À espera de Nico e sem Edenílson: Odair tem dúvidas no Inter para último teste antes da Libertadores

À espera de Nico e sem Edenílson: Odair tem dúvidas no Inter para último teste antes da Libertadores

7 Primeira leitura
Comentários desativados em À espera de Nico e sem Edenílson: Odair tem dúvidas no Inter para último teste antes da Libertadores
0
125
Publicidade

Odair Hellmann tem indefinições no Inter para pegar o Avenida — Foto: Ricardo Duarte/Inter

Com indefinições em peças e até no esquema tático, técnico usará semana para escolher substituto do volante e ainda aguarda julgamento do uruguaio no STJD

Odair Hellmann abre a semana de treinamentos com os titulares, nesta quarta-feira, no CT do Parque Gigante, com a missão de resolver uma série deindefinições no Inter para pegar o Avenida no domingo, às 17h, no Estádio dos Eucaliptos, pela oitava rodada do Gauchão. O técnico terá de equacionar a equipe sem Edenílson, suspenso, e ainda com uma incógnita sobre a presença de Nico López, com julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) no final da tarde.

A busca por soluções ganha peso maior por ser o último compromisso do Inter antes da estreia na Libertadores, com rival a definir entre Palestino e Talleres, que jogam na noite desta quarta. Depois disso, a equipe terá 10 dias apenas para treinamentos, com dois jogos-treino já marcados, até a data da partida pela competição continental, em 6 de abril.

A partida contra o Avenida ganha contornos um tanto decisivos. Além de ainda perseguir um encaixe para a mecânica de jogo, o Inter tenta a quarta vitória seguida no Gauchão para já encaminhar a vaga nas quartas de final.

Odair tem uma questão no âmbito estadual a resolver de imediato: escolher o substituto de Edenílson, expulso na vitória por 2 a 1 sobre o Caxias. Nico, por sua vez, já cumpriu suspensão após receber o cartão vermelho por se envolver em confusão na vitória por 2 a 1 no Alfredo Jaconi. Mas gringo será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) nesta quarta-feira, por agressão, e pode pegar de quatro a 12 jogos de gancho.

As alternativas são as seguintes:

  • Time com Nico:

Odair pode optar por manter Nonato na equipe em função mais recuada e retomar a formação no 4-2-3-1 com o uruguaio centralizado na trinca de meias. Patrick e até D’Alessandro são alternativas para a posição ao lado de Rodrigo Dourado. O 4-1-4-1 é alternativa mais remota para o esquema tático.

  • Time sem Nico:

O treinador terá duas escolhas a fazer, tanto de nomes, quanto pelo esquema. Se optar pelo 4-2-3-1, D’Alessandro deve ser titular na vaga de Nico, com Nonato e Patrick disputando a posição ao lado de Dourado. Rafael Sobis também é alternativa ao uruguaio. Se mantiver o 4-1-4-1, D’Ale, Nonato e Patrick são os favoritos a brigar por duas vagas no time.

Edenílson desfalcará Inter contra o Avenida — Foto: Ricardo Duarte/InterEdenílson desfalcará Inter contra o Avenida — Foto: Ricardo Duarte/Inter

Edenílson desfalcará Inter contra o Avenida — Foto: Ricardo Duarte/Inter

Além da dupla, o técnico ainda mantém abertas outras posições, como a lateral esquerda e o ataque. A tendência, porém, é de que Iago volte à equipe e Pedro Lucas siga na referência para pegar o Avenida.

A partida servirá justamente para afirmação de posições abertas, como é a de centroavante. Odair ainda manterá indefinida a formatação do meio-campo, com D’Alessandro, Neilton e William Pottker em disputa de duas vagas.

– Eu gosto de ter as definições durante a semana. Sobre o Uendel que bom que conseguir dar a oportunidade para jogar. Poucos não jogaram ainda. Se eu não me engano, só o Ramon. O Uendel joga em uma função que só temos dois. Podemos ter o Patrick em uma emergência. É importante que ele vá a campo e avaliaremos na próxima semana para saber quem inicia – disse Odair após a vitória sobre o Caxias.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bruno Pelizzoni dos Santos
Carregar mais por Destaque 2
Comentários estão fechados.

Veja Também

Viaturas para reforçar escolta e transporte de presos são entregues no RS

Estado adquiriu 23 caminhonetes com verba do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen). Nesta …