Segunda-Feira 25 de Setembro de 2017
WhatsApp

54 999622914

Ninguém está descartado ou confirmado, diz Renato - Destaque News

Esportes

13/09/2017 às 07h51 - Atualizada em 13/09/2017 às 07h51

Ninguém está descartado ou confirmado, diz Renato

Lucas Paixão
Machadinho - RS
FONTE: CORREIO DO POVO

Renato fez mistério sobre presenças de Luan e Geromel contra o Botafogo | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

O técnico Renato Portaluppi mantém a esperança de contar com Luan e Pedro Geromel para o jogo contra o Botafogo nesta quarta-feira, às 21h45min, no estádio Nilton Santos pela ida das quartas de final da Libertadores. Em entrevista coletiva após o treinamento desta terça, o treinador afirmou que nenhum dos dois jogadores está descartado para a partida. Ele espera pela reação de ambos nas próximas horas para definir se irão a campo amanhã.



• Grêmio tem vantagem contra brasileiros em mata-matas da Libertadores



“Ninguém está descartado ou confirmado. Vamos aguardar até amanhã e uma hora antes do jogo vocês vão ver quem vai começar. O Luan ficou no hotel, mas temos mais 24 horas. Vamos aguardar essas horas aí e amanhã a gente decide se vai jogar ou não”, afirmou.



Como disse Renato, Luan sequer foi ao estádio Nilton Santos nesta terça-feira para o último treino do Grêmio antes da partida. Geromel esteve no gramado, mas não participou do trabalho com bola. A falta de trabalho com bola não é impeditivo para nenhum dos dois participar do jogo de amanhã caso apresentem melhora.



“Às vezes, o jogador não treina com bola, mas faz outro tipo de trabalho. Algumas vezes, dependendo do jogador, você precisa esperar até o último minuto para saber se vai jogar”, afirmou Renato, que garantiu não ter dúvida de quem jogará caso um deles ou mesmo os dois não se recuperem. “Na minha cabeça não tem dúvida. Uma hora antes vocês vã saber quem vai jogar. Está todo mundo aqui concentrando e amanhã vocês vão saber quem vai jogar”, completou.



 



“Outro Grêmio” contra o Botafogo



Após a derrota para o Vasco da Gama no sábado, o técnico Renato Portaluppi reclamou que a equipe entrou “mole” em campo. Questionado se não corria o risco disso acontecer contra o Botafogo, o treinador garantiu que a postura será outra.



“Conversei com o grupo no vestiário. Às vezes, é necessário um puxão de orelha, mas são coisas que ficam entre o grupo e eu. Posso garantir que não vai acontecer de novo. Quando acabou o jogo, eu falei para o presidente: ‘Há males que vem para o bem’”, declarou. “Tem horas que você tem duas opções: aprende ou sai da competição. Já tivemos essa conversa e podem ter certeza de que teremos um outro Grêmio amanhã”, finalizou.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 61 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaque News
Editoriais
© Copyright 2017 | Destaque News | Todos os Direitos Reservados | Hospedado por PAGE UP SOLUTIONS