Home Economia Auxílio Emergencial Gaúcho inicia pagamento pelo grupo das mulheres chefes de família

Auxílio Emergencial Gaúcho inicia pagamento pelo grupo das mulheres chefes de família

2 Primeira leitura
0
0
22

O governador Eduardo Leite confirmou que o pagamento do Auxílio Emergencial Gaúcho vai começar pelo grupo das mães chefes de família em situação de vulnerabilidade.

Lei 15.604, que instituiu o auxílio, procura atender os setores mais afetados pelas restrições de circulação impostas pelo coronavírus – alojamento, alimentação e eventos, além do já citado grupo das mulheres. Com isso, serão repassados até R$ 107 milhões na forma de subsídio a cerca de 104,5 mil beneficiários.

Em mapeamento realizado pelos técnicos do governo do RS, foram identificadas 8.161 mulheres beneficiadas. O perfil corresponde a chefes de família que constam no Cadastro Único do governo federal, tem sua família composta por pelo menos cinco pessoas, com renda per capita média de até R$ 89 mensais, três filhos e sem Bolsa Família ou auxílio federal.

As mães que se enquadram nessa situação vão receber parcela única de R$ 800, via ordem de pagamento no Banrisul. A data para início dos pagamentos é 17 de maio. O total estimado é de R$ 6.528.800,00.

Os demais públicos beneficiados estão sendo operacionalizados pelo governo do Estado. Informações sobre cadastro e formas de receber os pagamentos serão divulgadas ao longo deste mês de maio.

Beneficiados pelo Auxílio Emergencial Gaúcho
• 19.458 empresas do Simples Gaúcho
• 58.410 microempreendedores individuais (MEI)
• 18.530 desempregados
• 8.161 famílias em situação de vulnerabilidade (mulheres chefes de família)

• Para mais informações, acesse o site auxilioemergencialgaucho.rs.gov.br

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Mateus Giequelin
Carregar mais por Economia

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Bombeiros voluntários de Machadinho atendem ocorrência de incêndio veicular

Na manhã desta quinta-feira (10) a Corporação de Bombeiros Voluntários de Machadinho receb…