Home Destaque Balneário Camboriú monitora entrada de veículos e passageiros de cidades com transmissão comunitária

Balneário Camboriú monitora entrada de veículos e passageiros de cidades com transmissão comunitária

4 Primeira leitura
0
0
110

A Prefeitura de Balneário Camboriú, um dos principais destinos turísticos catarinense, publicou nesta quarta-feira (18) um decreto que restringe a entrada de veículos e passageiros de cidades onde há casos de transmissão comunitária do coronavírus.

Barreiras fixas e móveis foram montadas após dois casos da doença terem sido confirmados na cidade. Em Santa Catarina, 14 pacientes foram diagnosticados com a doença.

A fiscalização é feita por agentes das secretarias da Saúde e Saneamento e de Segurança do município que tem abordado os veículos nas entradas da cidade. O decreto tem validade de sete dias a partir da data de publicação.

A exceção, conforme o decreto, são motoristas que comprovarem que moram em Balneário Camboriú mesmo estando em veículos de outros municípios e veículos de transporte de gêneros alimentícios, medicinais e outros de essenciais.

O transporte por aplicativo com passageiros que comprovarem residência na cidade também foi liberado, segundo o decreto, mas devem disponibilizar álcool em gel e transitar com vidros abertos, assim como os táxis.

A transmissão comunitária ocorre quando não é possível identificar como a pessoa contraiu o vírus.

De acordo com a plataforma que reúne dados nacionais sobre a doença, mantida pelo Ministério da Saúde, há casos confirmados de transmissão comunitária no Sul catarinense e nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco. Os dados são referentes à atualização feita pelo órgão às 20h do dia 18 de março.

Dia começou com restrição estendida

Na manhã desta quinta-feira (19), a reportagem da NSC TV acompanhou a fiscalização e identificou que, diferente do que foi previsto no decreto, apenas as pessoas que conseguiram comprovar que estavam a trabalho puderam entrar na cidade.

A Prefeitura de Balneário Camboriú informou que a orientação dada aos fiscais é de liberar veículos de cidades vizinhas, mas que devem ter “acontecido erros nesse primeiro momento”. Uma reunião de ajuste será feita nesta manhã para a correção das falhas, segundo a administração municipal.

Fonte: g1.globo.com/sc

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por João Guilherme dos Santos
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Sistema “entrará em colapso” no final de abril, diz ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta sexta-feira (20) que o sistema …