Home Destaque Corpo é encontrado em área de cerco a criminosos que atacaram banco no noroeste do RS

Corpo é encontrado em área de cerco a criminosos que atacaram banco no noroeste do RS

6 Primeira leitura
Comentários desativados em Corpo é encontrado em área de cerco a criminosos que atacaram banco no noroeste do RS
0
356
Publicidade

Um agricultor localizou, no final da manhã desta terça-feira (7), o corpo de um homem nas proximidades de onde policiais fizeram cerco aos assaltantes que atacaram a agência do Banco do Brasil de Porto Xavier, no Noroeste, no dia 24 de abril. Segundo a Brigada Militar, junto ao cadáver havia uma mochila com dinheiro e um fuzil – mesmo armamento usado pelo grupo no ataque.

O corpo estaria caído a cerca de 200 metros da mata, na localidade de Linha 1º de Março, no limite entre Campina das Missões e Porto Lucena. O delegado Heleno dos Santos, que investiga o assalto ao banco, também confirmou a localização do corpo, mas afirmou que o homem ainda não foi identificado.

Desde o início das buscas aos criminosos, havia suspeita de que um deles poderia estar morto. Houve mais de uma troca de tiros com policiais durante o cerco – em um desses confrontos, o soldado da BM Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, foi morto.

— Muito provavelmente é um dos assaltantes envolvidos no ataque a banco de Porto Xavier. Já que ele estava com uma mochila com dinheiro, um revólver e inclusive um fuzil. Mas, devido ao estado de decomposição do corpo, não podemos afirmar no momento ainda se é um dos já identificados pela investigação — afirmou o delegado Tiago Tescke, que atende Campina das Missões.

Dinheiro e arma em mochila apreendida

Na segunda-feira (6), a polícia divulgou a identificação de dois foragidos, apontados como integrantes do bando. Como ainda não foi possível identificar o homem encontrado morto, não há confirmação se seria um deles.

Quatro suspeitos foram presos e um foi morto em confronto com policiais. O cerco foi desfeito na última sexta-feira.

A major Vanessa Peripolli, subcomandante da BM na região, informou que os policiais foram acionados por um morador da localidade. O cadáver estaria em avançado estado de decomposição.

— Na área próxima ao cerco que foi realizado aos bandidos foi encontrado um corpo com uma mochila e um fuzil — relatou.

Dentro da mochila foi localizada uma quantia em dinheiro, ainda não divulgada, roupas e a mais uma arma. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Santa Rosa para identificação.

Área onde foi encontrado corpo fica próxima de onde foi feito cerco aos bandidos

Entenda o caso

Na tarde da quarta-feira (24) criminosos atacaram uma agência do Banco do Brasil em Porto Xavier, no noroeste do Estado. Os ladrões chegaram atirando contra os vidros da agência bancária. Em seguida, alguns deles obrigaram moradores a formar um cordão humano, enquanto outros seguiam em direção ao cofre e aos caixas.

Policiais ouviram os disparos e foram até o local. Quando chegaram, foram recebidos a tiros. Os assaltantes fugiram em dois veículos levando três reféns, que foram liberados em seguida, na saída da cidade. Ninguém ficou ferido. Iniciaram-se as buscas aos criminosos.

Os assaltantes conseguiram fugir para um matagal no interior de Campina das Missões. Por volta de 3h30min, o grupo teria tentado sair da mata e encontrou o cerco policial. Os bandidos portavam fuzis e atiraram contra os PMs. O soldado da Brigada Militar Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, foi atingido por um disparo na região do tórax e morreu durante atendimento médico. 

FONTE: gauchazh.clicrbs.com.br

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por João Guilherme dos Santos
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Machadinho Thermas Resort Spa participa da Festuris Gramado 2019

Dos dias 7 a 10 de novembro de 2019, o Machadinho Thermas Resort SPA participou da maior p…