Home Destaque Falta de acessos asfálticos em rodovias estaduais afeta 67 municípios do RS, diz Daer

Falta de acessos asfálticos em rodovias estaduais afeta 67 municípios do RS, diz Daer

5 Primeira leitura
Comentários desativados em Falta de acessos asfálticos em rodovias estaduais afeta 67 municípios do RS, diz Daer
0
400

Motoristas sofrem com estradas sem asfalto em municípios do RS

O Rio Grande do Sul tem 67 municípios prejudicados pela falta de acessos asfálticos em rodovias estaduais. Muitos deles não têm outro acesso a não ser por estradas de chão. O número foi repassado pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), que reconhece o problema e diz que aguarda a liberação de recursos (veja a nota completa abaixo).

Enquanto isso, prefeitos reclamam por ter que assumir despesas que não são da administração municipal. Para garantir a manutenção das estradas de responsabilidade do estado, 25 prefeituras sem acessos pavimentados gastaram pelo menos R$ 1 milhão em 2018.

Em São Gabriel, Fronteira Oeste, por exemplo, a prefeitura investiu R$ 150 mil em cascalho, óleo diesel e mão de obra no último ano para melhorar a condição da ERS-630 e da ERS-473.

“Usamos alguma coisa de patrola, usamos alguma coisa de material. A cada três meses, a gente tem procurado dar um apoio nesse sentido”, afirma o secretário de Desenvolvimento Rural de São Gabriel, Carlos Cleber Dias Leal.

Mesmo assim, motoristas seguem acumulando prejuízos e acidentes por conta de buracos e atoleiros. “Vários carros a gente teve que dar assistência, de estar quebrado, caminhão atolado na época da safra, é uma barbaridade”, critica o consultor rural Alex Silveira.

Crianças foram retiradas pelo motorista do ônibus após acidente em Muliterno — Foto: Reprodução/RBS TVCrianças foram retiradas pelo motorista do ônibus após acidente em Muliterno — Foto: Reprodução/RBS TV

Crianças foram retiradas pelo motorista do ônibus após acidente em Muliterno — Foto: Reprodução/RBS TV

No Norte do estado, em Muliterno, um ônibus escolar tombou com 12 estudantes na quarta-feira (22). O motorista conta que foi desviar de um buraco na ERS-462, estrada que já deveria estar asfaltada.

“Como vocês podem ver, a situação dessa rodovia está péssima. E aí deslizou, e não consegui mais segurar”, justifica Clóvis Lansari.

Na ERS-516, o único acesso a São Martinho da Serra, na Região Central do estado, não é asfaltado. Os motoristas reclamam da falta de manutenção e, por isso, a prefeitura da cidade também se viu obrigada a fazer os reparos na estrada.

O prefeito do município, Gilson de Almeida, diz ter investido pelo menos R$ 20 mil na manutenção da estrada em 2018. “Parece pouco, mas para municípios pequenos o dinheiro faz falta e poderia ser investido em outras áreas”, lamenta.

“Nós acabamos fazendo esse serviço que não seria de competência do município”, reforça.

Nota do Daer

“O DAER esclarece que aguarda a liberação de recursos para a continuidade das obras em acessos municipais. O assunto está sendo tratado com prioridade pelo governo do Estado.

No mês passado, o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, foi a Brasília propor aos deputados federais da bancada gaúcha a destinação de verbas de emendas parlamentares para a continuidade dos acessos. O assunto está sob análise dos parlamentares”.

fonte: G1.com

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Homem é preso por tráfico de drogas em Erechim

Durante a noite deste sábado, 24, uma guarnição da Brigada Militar efetuou a abordagem de …