Home Destaque II Dia de Campo Microrregional Socioassitencial foi realizado em Maximiliano de Almeida

II Dia de Campo Microrregional Socioassitencial foi realizado em Maximiliano de Almeida

4 Primeira leitura
0
0
135
Publicidade

Na tarde da última quarta-feira (27), na Comunidade da Linha Floresta, interior de Maximiliano de Almeida foi realizado o II Dia de Campo Microrregional Socioassitencial. O evento contou com a participação dos inscritos no programa, produtores e profissionais dos escritórios da Emater de Maximiliano de Almeida, Paim Filho e Machadinho.

O Gerente Regional de Emater/RS, Oriberto Antônio Adami, tratou como fundamental a atividade realizada. Para ele “pequenas e importantes ações, agregam renda as famílias e visam à sucessão familiar.” A proposta do evento em apresentar o exemplo da propriedade do produtor Ervino e Rudinei Cavagnholli demonstra a geração de renda, diversificação de produção e sucessão familiar. Oriberto manifestou sua satisfação em voltar a sua terra natal, acompanhar a evolução do município e o bom trabalho dos profissionais. Além disso, um dos pontos mencionados foi o evidente êxodo rural que reduziu significativamente as famílias o que para ele, emerge um trabalho constante e políticas públicas para valorização do jovem no campo.

De acordo com o chefe do Escritório da Emater de Maximiliano de Almeida, Fabio Batistella, embora o tempo tenha modificado os planos das atividades com a modificação da comunidade definida para o Dia de campo e o impedimento da visita a propriedade agendada por motivos climáticos, o momento foi gratificante. A equipe local se empenhou para que o evento fosse realizado.

Para a extensionista da Emater do município, Elenice Poletto, o tema abordado segue a proposta do plano definido neste ano de 2019 com a importância da diversificação de produção na sucessão familiar, geração de renda, alimentação saudável e saneamento ambiental. O encontro teve ênfase na alimentação saudável com abordagem em alimentos in natura, processados e ultra processado, além do consumo excessivo de açúcar. Segundo Elenice o incentivo é motivar o consumo do alimento cultivado dentro da própria propriedade aproveitando assim todos os benefícios a saúde.

Presente no evento, Prefeita Dirlei Bernardi dos Santos, destacou o apoio da administração juntamente com os demais parceiros para promover este momento de conhecimento e incentivo dos jovens no campo. Para Dirlei, a agricultura tem se tornado uma empresa familiar, que necessita ser fortalecida e apoiada.

Veja Fotos:

Fonte: Prefeitura de Maximiliano de Almeida

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bruno Pelizzoni dos Santos
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Alunos se formam no pré-escola em Machadinho

  A Secretaria Municipal de Educação e Cultura, juntamente com a Escola Municipal de …