Home Esportes Inter sustenta Odair e tem conversa com grupo por remobilização para o Gre-Nal

Inter sustenta Odair e tem conversa com grupo por remobilização para o Gre-Nal

9 Primeira leitura
Comentários desativados em Inter sustenta Odair e tem conversa com grupo por remobilização para o Gre-Nal
0
312
Publicidade Publicidade

Em meio a cobranças, treinador tem jogo-chave contra o Grêmio por sequência

Inter imerge na semana Gre-Nal com urgência por uma vitória sobre o maior rival no próximo sábado, às 16h, na Arena, pela 5ª rodada do Brasileirão, para concretizar uma retomada iniciada ainda nesta terça-feira. Antes mesmo do primeiro treino em preparação para o duelo, jogadores, dirigentes e comissão técnica tiveram uma conversa privada de remobilização para o embate com o Grêmio. Em meio à pressão crescente da torcida, o técnico Odair Hellmann ganha um voto de confiança.

A reunião serve para deixar os quatro jogos seguidos sem vitória e a pior arrancada no Brasileirão desde 2010 relegados no passado. A portas fechadas, o papo corriqueiro após cada partida teve como elemento a mais o resgate da autoestima do elenco depois da derrota por 2 a 0 com atuação apática diante do Flamengo para enfrentar o maior rival de igual para igual.

O ambiente do treinamento desta terça-feira no Beira-Rio, aliás, deixa evidente a necessidade de agrupar forças para dar a volta por cima na temporada. Sem participar do trabalho tático em campo reduzido, os titulares foram ao gramado apenas para uma corrida regenerativa. À beira das quatro linhas antes do exercício, os jogadores receberam o carinho em cumprimentos do vice de futebol Roberto Melo e o diretor executivo Jorge Macedo.

Inter se mobiliza por retomada no Gre-Nal (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)Inter se mobiliza por retomada no Gre-Nal (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

Inter se mobiliza por retomada no Gre-Nal (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

– A conversa foi entre todo mundo, com a comissão, os diretores, nós jogadores. Mais para não nos colocarmos para baixo. Já passou, aconteceu. Não tem como voltar atrás. O jogo poderia nos dar confiança. Talvez qualquer outra equipe que fosse lá jogar contra o Flamengo e perdesse seria normal, mas nós somos o Inter. Temos camisa que pesa, com muita cobrança. (A conversa) foi mais sobre isso, não nos colocarmos para baixo. Temos condições de ir lá e vencer – afirma Lucca.

A atuação na derrota para o Flamengo, no último domingo, deixou a desejar na avaliação interna. Mas há o consenso de que o desempenho apresentado pela equipe mesmo sem vitória nos jogos anteriores contra Cruzeiro (0 a 0) e Palmeiras (revés por 1 a 0) foi satisfatório. O entendimento é de que a equipe fez por merecer de “seis a sete pontos” na tabela do Brasileirão, dado o volume ofensivo da partida contra a Raposa. Além disso, reina expectativa de evolução com a sequência mais “tranquila” no Nacional.

Em paralelo ao respaldo da diretoria, Odair conta ainda com a aceitação de boa parcela dos conselheiros, mesmo em meio a um ambiente político que fervilha em ano eleitoral, com cobranças da oposição à atual gestão. Pesa em favor do técnico sua identificação com o clube. Além disso, uma eventual demissão demandaria a contratação de um novo treinador, com necessidade de investimento para onerar os cofres colorados em um momento de dificuldade financeira.

– Evidente que preocupa. Queríamos estar com 12 pontos, mas fizemos por merecer pelo menos uns seis, sete. O que nos daria uma classificação melhor. Pegamos um início muito dura, uma sequência contra os mais fortes do campeonato, os considerados favoritos. Jogamos de igual para igual com o Palmeiras. O Cruzeiro é uma grande equipe. Esses dois pontos fizeram falta. Hoje (domingo) não fizemos um grande jogo – pondera o vice de futebol Roberto Melo.

Reapresentação do Inter foi marcada por conversa para remobilização antes do Gre-Nal (Foto: Eduardo Deconto)Reapresentação do Inter foi marcada por conversa para remobilização antes do Gre-Nal (Foto: Eduardo Deconto)

Reapresentação do Inter foi marcada por conversa para remobilização antes do Gre-Nal (Foto: Eduardo Deconto)

O respaldo a Odair não reduz as cobranças da torcida. Após a derrota por 2 a 0 para o Flamengo, a delegação desembarcou em Porto Alegre no final da noite do domingo. Mesmo com o adiantado da hora, um grupo de torcedores recepcionou elenco, comissão técnica e dirigentes com um protesto no Aeroporto Salgado Filho. Duas semanas atrás, um grupo maior, de cerca de 50 colorados, foi ao CT do Parque Gigante para cobrar os jogadores depois das derrotas para Palmeiras e para Vitória.

O clima de pressão fez o clube alterar sua rotina de treinamentos. Nesta terça-feira, o técnico comandou o primeiro treino da semana num Beira-Rio cercado por um esquema de segurança mais reforçado. Além de efetivo de profissionais ampliado,o estádio recebeu gradis em seu entorno. O ambiente, porém, foi de tranquilidade para realizar as movimentações em campo. Um eventual tropeço no clássico pode exacerbar os ânimos e as cobranças até tornar a permanência insustentável.

Odair Hellmann começa a definir o Inter para o clássico na manhã desta quarta-feira, quando comanda o primeiro treino com os titulares na semana. O Gre-Nal está marcado para as 16h deste sábado, na Arena, pela 5ª rodada do Brasileirão. A equipe ocupa a 13ª colocação na tabela, com quatro pontos.

fonte: globoesporte.com

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bruno Pelizzoni dos Santos
Carregar mais por Esportes
Comentários estão fechados.

Veja Também

Prefeita de Maximiliano de Almeida retorna de Brasília com grandes parcerias firmadas para investimentos no município

                  Na primeira semana do mês de setembro a Prefeita Municipal de Maximilian…