Home Geral Madrasta deve inocentar o pai e alegar morte acidental no caso Bernardo

Madrasta deve inocentar o pai e alegar morte acidental no caso Bernardo

1 Primeira leitura
Comentários desativados em Madrasta deve inocentar o pai e alegar morte acidental no caso Bernardo
0
157

O julgamento do caso Bernardo entra no quarto dia nesta quinta-feira (14) e grande expectativa é para o depoimento da ré Graciele Ugulini, madrasta do menino. Ela será a segunda a falar aos jurados. Ontem o pai Leandro Boldrini já prestou seus esclarecimentos. Ele afirmou que quem planejou e executou o crime foram Graciele e a amiga Edelvânia Wirganovicz. Os três são réus no processo pela morte do garoto, assim como Evandro Wirganovicz.

Créditos: Cissa Battistella/ Rádio Uirapuru

O que circula dentro do Tribunal do Júri é que a madrasta vai inocentar o pai e dizer que a morte de Bernardo foi acidental.
De acordo com o advogado de Graciele, Vanderlei Pompeo de Mattos, a sua cliente não pretende silenciar, mas que vai depender da postura do Ministério Público.

O post Madrasta deve inocentar o pai e alegar morte acidental no caso Bernardo apareceu primeiro em RS Agora.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Silmar Luiz Biscaro
Carregar mais por Geral
Comentários estão fechados.

Veja Também

Faculdade FAVENI chega a região oportunizando cursos superiores e pós graduação com preços acessíveis

Conheça a Faculdade FAVENI. A FAVENI está localizada na cidade de Venda Nova do Imigrante,…