Home Destaque Médica esclarece medidas adotadas para identificação de casos de Covid-19 em Maximiliano de Almeida

Médica esclarece medidas adotadas para identificação de casos de Covid-19 em Maximiliano de Almeida

4 Primeira leitura
0
0
347

[faceturbo]

O Município de Maximiliano de Almeida possui conforme Boletim atualização na data de 13 de julho de 2020, o total de 34 casos positivos de Covid-19. Para informar a comunidade sobre crescente numero e métodos de identificação, a profissional médica da UBS explica medidas adotadas.

Para a Médica Natália Migliavacca, os protocolos seguidos pelo município seguem orientações de órgãos superiores. Com o objetivo de trabalhar de forma organizada, o serviço de saúde do município trabalha com duas frentes de atendimento. Uma delas é o atendimento para urgências e emergências, que dispensa consultas eletivas e propõem a população a busca pelo serviço de saúde em extrema necessidade, evitando assim circulação e exposição desnecessária. Outro método é atender usuários sem quadros gripais em consultórios específicos assim como pacientes suspeitos em outra ala de atendimento, passando primeiramente pela triagem para depois ser encaminhado ao consultório específico.

Uma preocupação não somente em nível de município, mas que vem sendo discutido em âmbito nacional é a exposição dos profissionais de saúde no atendimento a população. Portanto é de extrema necessidade que o usuário já saiba onde buscar atendimento e esclarecer de forma transparente sua condição de saúde. Sabe-se que a identificação da Covid-19, via testes rápidos, somente tem resultado preciso, quando o paciente estiver no 10º dia de sintomas, neste sentido a informação correta repassada aos profissionais de saúde garante a identificação eficaz.

Para Natália a conscientização da população é uma das ferramentas contra o vírus. “É preciso se colocar no lugar do outro e por isso ser verdadeiro no momento da consulta. O falso negativo, por meio de sintomas precoces, pode estar expondo as pessoas da mesma família.” Não menos importante é tomar todos os cuidados orientados, evitando assim o contágio por pessoas assintomáticas. A médica ainda destaca que “Não existe ainda um tratamento. Precisamos manter as medidas e evitar a circulação, mantendo o distanciamento social. Nosso município é pequeno e temos muitos casos, tendo pacientes já encaminhados para internação” enfatizou.

Nas considerações da Secretária de Saúde local, Juliana Godinho Dal Bello, o momento é difícil e necessita da colaboração de todos, destacando que os profissionais de saúde tem se dedicado o máximo para fazer o melhor pela população.

Fonte: Prefeitura de Maximiliano de Almeida[/faceturbo]

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Eleitor poderá justificar falta pelo celular

As lojas de aplicativo de celular (app) colocam à disposição nesta quarta-feira (30) uma n…