Home Destaque 2 Odair explica opção por time reserva do Inter em Chapecó e avisa: “Vai acontecer outras vezes”

Odair explica opção por time reserva do Inter em Chapecó e avisa: “Vai acontecer outras vezes”

5 Primeira leitura
Comentários desativados em Odair explica opção por time reserva do Inter em Chapecó e avisa: “Vai acontecer outras vezes”
0
172
Publicidade

O Inter deve poupar seus titulares no decorrer da temporada e não tem receio em admitir isso. Após a derrota para a Chapecoense, por 2 a 0, na Arena Condá, o técnico Odair Hellmann justificou a utilização dos reservas devido ao cansaço causado pelas viagens de ida e volta de Lima, no Peru. Para o treinador, a vitória da Chapecoense passou muito mais pela eficácia do ataque do adversário do que pela ineficiência do time colorado.

Odair falou em consonância com a direção de que o planejamento estava feito há semanas e não teria por que mudar. Ele ressaltou que o objetivo era classificar o Internacional em primeiro lugar do grupo na Libertadores – o que ocorreu na quarta-feira, diante do Alianza Lima – e que rodaria o elenco neste sábado para manter o foco do grupo:

– Já estava planejado antes e vai acontecer outras vezes. Ano passado, repetimos a equipe quatro jogos em todo o campeonato mesmo jogando só o Brasileirão, imagina disputando Libertadores, Copa do Brasil, e com 40 dias menos com a Copa América. Isso está dentro de um planejamento. Esta sequência é pesada e temos que saber quando usar todos os jogadores.

O treinador fez referência à sequência de quatro jogos nas próximas duas semanas contra Flamengo, Palmeiras, River Plate e Cruzeiro. Depois, serão mais sete partidas até a parada para a Copa América, em junho.

– Haverá novamente este processo. Não sei se com todos ou com menos jogadores, mas haverá. Gostaríamos de poder repetir uma equipe, uma ideia, ter uma sequência, mas chega em um momento que não há condições.

 

O técnico colorado ainda minimizou a interferência da chuva e do gramado molhado no desempenho do Inter, e aproveitou para elogiar a eficácia do ataque da Chapecoense. Segundo ele, o adversário teve méritos em aproveitar as chances criadas.

– O primeiro tempo foi igual. Quando levamos o gol de pênalti, estávamos melhor um pouco. No segundo, tentei uma variação e o time produziu bem até os 30 ou 35 minutos. Foram 16 finalizações contra cinco ou seis deles. Só que foram três perigosas e a Chape também. A efetividade da produção do contra-ataque da Chape produziu chances claras, e o nosso domínio não foi efetivo.

O Inter volta a Porto Alegre e terá o domingo de folga. Na segunda, o elenco se reapresenta às 9h30 para começar a preparação visando o confronto com o Flamengo. O Colorado recebe o adversário às 16h de quarta-feira, no feriado de 1º de Maio. Os titulares devem voltar, à exceção de Paolo Guerrero, que trata da entorse no tornozelo direito.

fonte: globoesporte.com
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bruno Pelizzoni dos Santos
Carregar mais por Destaque 2
Comentários estão fechados.

Veja Também

Alunos do PROERD de Ipira recebem kit escolar e ensaiam para a formatura

  O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, vai formar mais …