Home Geral Pai e filho são condenados a 40 anos por duplo homicídio em Entre Rios do Sul

Pai e filho são condenados a 40 anos por duplo homicídio em Entre Rios do Sul

5 Primeira leitura
Comentários desativados em Pai e filho são condenados a 40 anos por duplo homicídio em Entre Rios do Sul
0
122

Em sessão do Tribunal do Júri de São Valentim ocorrida nesta quarta-feira, 27, foram condenados a 40 anos de prisão em regime fechado um homem de 30 anos e seu pai, de 59 anos, pela morte de um homem e uma mulher, ocorridas em maio de 2016 em um dos municípios da Comarca. O crime envolve também o estupro de uma criança.

O corpo de jurados acatou, na íntegra, as teses do Ministério Público, defendidas pelo promotor de Justiça Adriano Luís de Araújo, de que o homicídio da mulher foi cometido por motivo torpe, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, na forma de feminicídio e para assegurar a ocultação e a impunidade de outro crime (o estupro de vulnerável). Um dos réus também foi condenado pela ocultação do cadáver da mulher.

No mesmo sentido foi a condenação dos réus pela morte de um homem, executado por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

O crime de feminicídio foi planejado pelo réu mais velho, em razão de que a vítima, sua nora, descobriu que ele havia estuprado sua filha (e, portanto, neta do réu), à época com 07 anos. O homem já foi condenado pelo estupro e a sentença transitou em julgado. No entanto, quem executou o feminicídio foi o outro réu, filho do mandante, marido da vítima e pai da criança que sofreu o estupro.

O CASO

Os crimes aconteceram em uma cidade na região norte do Estado, em maio de 2016. Por volta das 17h, o companheiro da vítima a convidou para passear em seu carro e a levou até uma localidade na zona rural da cidade, quando a mandou descer do automóvel e a matou com um tiro na cabeça. A arma utilizada para o feminicídio foi emprestada pelo pai dele, interessado na morte da nora para que ela não o denunciasse por ter estuprado a própria neta.

Logo depois, por volta das 18h, o réu mais novo foi até a casa de um homem do qual desconfiava que mantivesse relacionamento extraconjugal com sua esposa, que recém havia matado. Ele chamou a vítima para fora do local e efetuou vários disparos, um deles acertando a cabeça do homem, que morreu na hora.

Na sentença, ficou evidenciado que o executor das mortes sabia que o pai havia abusado sexualmente de sua filha e, mesmo assim, aceitou a arma e a ajuda dele para matar a mãe da menina.

O post Pai e filho são condenados a 40 anos por duplo homicídio em Entre Rios do Sul apareceu primeiro em RS Agora.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Silmar Luiz Biscaro
Carregar mais por Geral
Comentários estão fechados.

Veja Também

Campanha de vacinação contra a gripe começa hoje; veja calendário e ouça a entrevista

Ouça a entrevista com Tânia Menon – Responsável pela sala de Vacinas da UBS de Macha…