Home Destaque Pazuello diz que Anvisa “tem tido dificuldade” com documentos da CoronaVac

Pazuello diz que Anvisa “tem tido dificuldade” com documentos da CoronaVac

5 Primeira leitura
Comentários desativados em Pazuello diz que Anvisa “tem tido dificuldade” com documentos da CoronaVac
0
10
Pazuello diz que Anvisa “tem tido dificuldade” com documentos da CoronaVac

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta 2ª feira (11.jan.2021) que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) encontrou problemas na documentação enviada pelo Instituto Butantan para análise de uso emergencial da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac.

“Vocês viram na televisão que a Anvisa tem tido dificuldades de receber toda a documentação pronta”, afirmou Pazuello, em discurso em Manaus (AM), onde faz viagem oficial para anunciar medidas no combate à pandemia no Amazonas.

O Instituto Butantan precisa complementar quase metade da documentação entregue à Anvisa. De acordo com um painel que monitora o andamento das análises das vacinas contra a covid-19 no Brasil atualizado pela agência, 48,36% da documentação da CoronaVac precisa de complementação.

Segundo a Anvisa, o percentual é calculado de acordo com o volume e a “criticidade” dos dados a serem analisados. O painel ainda aponta a parcela de documentos em análise (8,32%), com análise concluída (38,07%) e não apresentados (5,47%). A última atualização foi feita nesta 2ª feira, às 10h17.

“Nós estamos trabalhando com o Butantan direto para que ele forneça essa documentação. Ele está correndo atrás. Há todo o interesse do ministério de que se conclua essa análise e que nos disponibilizem [a vacina] para uso, mesmo que emergencial”, disse Pazuello.

O ministro também afirmou que a CoronaVac é prejudicada por não ter o aval de autoridades sanitárias do exterior. Segundo ele, nenhuma das 4 agências internacionais que, de acordo com a lei 14.006, têm poder para acelerar a tramitação da autorização de vacinas no Brasil, concedeu a permissão ao imunizante.

“Onde está a dificuldade? Não há registro na China (…). Quando tem lá [no exterior] o registro para autorização de uso emergencial facilita um pouco a manobra da Anvisa, mas também não resolve a vida. Precisa de todos os documentos e precisa cumprir o seu prazo de análise”, declarou.

EFICÁCIA DA CORONAVAC

O secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou nesta 2ª (11.jan) que a eficácia global da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac, será divulgada na 3ª feira (12.jan). A declaração foi feita em entrevista à GloboNews.

Na última 5ª feira (7.jan), o governador João Doria (PSDB) anunciou que os resultados dos testes apontaram que a vacina reduz em 78% o risco de contrair covid-19. O imunizante, segundo o governo paulista, previne mortes pela doença e também é 100% bem-sucedido em impedir que os infectados desenvolvam casos graves e moderados de covid-19.

 

Fonte: www.poder360.com.br/coronavirus/pazuello-diz-que-anvisa-tem-tido-dificuldade-com-documentos-da-coronavac

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Vacinas da Índia devem chegar no fim da tarde de amanhã no Rio

As vacinas contra a covid-19 desenvolvidas em parceria entre a AstraZeneca e a Universidad…