Home Geral Polícia faz maior apreensão de maconha do ano em Santa Catarina

Polícia faz maior apreensão de maconha do ano em Santa Catarina

6 Primeira leitura
Comentários desativados em Polícia faz maior apreensão de maconha do ano em Santa Catarina
0
237

As polícias Civil e Rodoviária Federal de Santa Catarina capturaram, na terça-feira (30), uma carreta bitrem com 5,3 toneladas de maconha, a maior apreensão de drogas no Estado no ano de 2019. O flagrante ocorreu na BR-282, em Rancho Queimado, na Grande Florianópolis. Deflagrada após seis meses de investigação da Divisão de Repressão a Entorpecentes (DRE), a operação apreendeu maconha produzida no Paraguai e que tinha como destino cidades do litoral catarinense.

Foto: Leonardo Thomé / NSC Total

Duas pessoas foram presas em flagrante: o motorista da carreta onde estava a droga e um homem que dirigia um carro e atuaria como batedor do caminhoneiro.

Em depoimento, o motorista da carreta bitrem, com placas do município de Bom Jesus, no Oeste catarinense, revelou ter recebido R$ 5 mil para trazer a maconha de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, até Santa Catarina.

Os detalhes da apreensão — que encheu um canto de uma sala da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) com maconha — foram divulgados pela Polícia Civil e PRF em uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (1º), em São José.

Sem fornecer os próximos passos da investigação, o delegado Cláudio Monteiro, titular da DRE, não quis dizer quem ou quantos criminosos são responsáveis por adquirir o carregamento interceptado. Chegar nesses nomes é o próximo passo do inquérito comandado por Monteiro.

A droga, que estava escondida no meio de um carregamento de milho em um caminhão, agora será incinerada. O delegado Monteiro disse já ter solicitado autorização judicial para queimar a maconha. Sobre a investigação, ele avisa:

— Teremos novas prisões.

Fardos com escudos dos clubes paraguaios
Há suspeita de que traficantes da região possam ter se associado para comprar a maconha no Paraguai. Um fator que chamou a atenção dos policiais é que os fardos com a droga tinham escudos de três clubes tradicionais de futebol do Paraguai: Cerro Porteño, Guarani e Olímpia. Isso teria relação com os diferentes grupos produtores.

— Esses logos normalmente identificam as tendas no meio do mato onde são produzidas as drogas pelos campesinos, que fazem a prensagem dessa droga. É uma identificação da região onde ela é prensada — explica Monteiro.

De acordo com o delegado Monteiro, a maconha vinda do Paraguai é “nacionalizada” em pontos ao longo das fronteiras entre os dois países, como Ponta Porã, Foz do Iguaçu e Guaíra. Onde, exatamente ela foi nacionalizada, Monteiro preferiu não revelar. Sobre o destino exato da droga, se limitou a dizer que foi apreendida “maconha para todo o litoral”.

Maconha de “Série A”
Embora não tenham revelado nomes, delegados que participaram da coletiva confirmaram que o carregamento de maconha tem relação com uma (ou mais) facção criminosa. Até pela quantidade, os agentes acreditam que a droga seria dividida entre bandidos.

O delegado Monteiro afirma que a investigação constatou que a maconha apreendida “é série A”, e o preço dela no varejo varia entre R$ 1,3 mil e R$ 1,4 mil o quilo. Assim, o carregamento apreendido pela Polícia Civil e PRF poderia render nas ruas quase R$ 7 milhões.

O post Polícia faz maior apreensão de maconha do ano em Santa Catarina apareceu primeiro em RS Agora.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Silmar Luiz Biscaro
Carregar mais por Geral
Comentários estão fechados.

Veja Também

Vacinação contra Brucelose ocorre neste mês de maio em Machadinho

O produtor rural deve ficar atento ao cronograma de vacinação contra a brucelose no municí…